Bomba de Combustível

Bomba de Combustível

A bomba elétrica é indispensável em motores alimentados por injeção eletrônica. Trata-se de um pequeno motor elétrico (com uma pá ou turbina) que injeta combustível sob pressão na galeria dos bicos injetores. A pressão, por ser maior, permite que o sistema de injeção trabalhe otimizado, o que melhora o desempenho e impede que as variações de rotação do motor interfiram no suprimento de combustível, como acontece no carro com carburador. Ela fica instalada dentro do tanque ou diretamente na linha de alimentação, junto ao tanque. A turbina, ou pistão interno, siliconizado, bombeia o combustível sobre pressão para o filtro de combustível e daí para os bicos injetores, que controlam a vazão de combustível. A bomba começa a trabalhar assim que o contato é acionado, enviando o combustível para o motor, o que facilita a partida.

Se o motor não pega, geralmente um relé corta o fornecimento de combustível, desligando a bomba. Um sistema de retorno faz com que o excesso de combustível retorne ao tanque, permitindo que a bomba mantenha pressão a constante. Para saber se a bomba elétrica está funcionando, basta ficar atento para ouvir o seu zumbido (semelhante ao do esguichador de água do pára-brisa) antes do motor entrar em funcionamento.

Lembre-se que você ouvirá o zumbido só por alguns instantes, pois se o motor não entrar em funcionamento ela também pára. Os problemas mais comuns na bomba elétrica são bicos injetores entupidos, bomba queimada, obstrução ou dano na linha de alimentação e problema elétrico de alimentação na própria bomba (fusível queimado, mal contato ou fio solto). Neste caso, basta substituir as mangueiras ou dutos obstruídos, limpar os bicos das válvulas injetoras e trocar os fusíveis que estiverem queimados. Se voltarem a queimar, está ocorrendo um curto-circuito em algum lugar da fiação que deve ser examinada por um eletricista



Comente aqui